Fonte: Justiça Global/ Facebook

Publicado em 08.07.2017

Mais um trabalhador rural é morto na luta pelo assentamento na Fazenda Santa Lúcia, em Pau D’Arco, Sul do Pará. Rosenildo, que era chamado por todos de Negão, foi morto com três tiros na cabeça por volta das 22h desta sexta-feira, dia 7. Em 24 de maio, dez trabalhadores rurais haviam sido executados pela polícia na fazenda. Para continuar a luta deles, Rosenildo e outros companheiros estavam novamente acampados no território. Havia informações de que ele é outras três lideranças do acampamento estavam marcadas para morrer.

Após receber a informação sobre a ameaça, Rosenildo foi à cidade de Rio Maria para passar o fim de semana fora do acampamento. A ideia era se reunir com a Liga dos Camponeses Pobres para decidir que medidas iriam tomar. Organizações e movimentos já estão se mobilizando para cobrar uma ação urgente do Estado sobre o caso.